Quais são os Direitos do Menor Aprendiz e Período trabalhado conta Tempo de Contribuição?

Menor aprendiz é o cidadão maior de 14 anos e menor de 24 anos de idade, que esteja matriculada e frequentando a escola normal, caso não haja concluído o ensino médio, bem como esteja inscrita em programa de aprendizagem. Caso o aprendiz seja portador de deficiência, não haverá limite máximo de idade (24 anos) para a contratação.

Embora alguns tribunais já tenham se posicionado no sentido de reconhecimento do trabalho do menor, independentemente da idade, este assunto tem gerado polêmicas pois o INSS continua só reconhecendo o tempo de serviços do segurado que tenha idade mínima de 16 anos. Ocorre que a grande maioria dos menores aprendizes trabalham ou já trabalharam em idade inferior à mínima estabelecida pela Previdência Social (16 anos).

Todavia, caso o INSS negue o período trabalhado (14-16 anos) caberá ação judicial a fim de que seja considerado este período como tempo de serviço.

Direitos do Menor Aprendiz

CONTRATO DE APRENDIZAGEM

O contrato de trabalho de aprendizagem deve ser pactuado por escrito e por prazo determinado no máximo de 2 (dois) anos. Para sua validade exige-se:

  1. a) registro e anotação na CTPS;
  2. b) matrícula e frequência do aprendiz à escola (caso não tenha concluído o ensino médio);
  3. c) inscrição do aprendiz em programa de aprendizagem de formação técnico-profissional;
  4. d) existência de programa de aprendizagem, desenvolvido por meio de atividades teóricas e práticas

PROGRAMAS DE APRENDIZAGEM

Para fins da formação técnico profissional, os cursos e programas de aprendizagem devem ser oferecidos preferencialmente pelos entes dos Serviços Nacionais de Aprendizagem (Senai, Senac, Senar, Senat e Sescoop).

ENCARGOS SOCIAIS

Sobre a remuneração paga ao aprendiz incidem as contribuições para o INSS e o FGTS, assim como o IR/Fonte, este último quando a importância paga estiver sujeita à retenção, em conformidade com a Tabela Progressiva.

Para que serve o desconto do INSS para jovem aprendiz e como ele é realizado?

O desconto no INSS para jovem aprendiz é de 8%, assim como nos demais tipos de contratação pela CLT, sendo descontado na folha de pagamento e é por isso o período de aprendiz conta como tempo de contribuição.

Quais os benefícios o jovem aprendiz tem direito contribuindo para o INSS?

Auxílio Maternidade

O auxílio maternidade é concedido para contribuintes no caso de adoção de um filho ou no momento do parto. As gestantes que estão empregadas recebem o pagamento do INSS pela empresa, a qual será ressarcida pelo órgão da Previdência Social.

Auxílio acidente

Caso o contribuinte sofra acidente, lesão ou doença que reduza sua capacidade de exercer quaisquer atividades de trabalho, o jovem aprendiz tem entre seus direitos de trabalho, requerer o auxílio acidente. Lembrando que esse benefício é concedido sem exigência de tempo mínimo de contribuição, mas é necessário ter a qualidade de segurado na data da ocorrência do fato gerador.

Pensão por morte

A pensão por morte é direcionada à família do contribuinte em caso de morte, desde que se comprove a dependência econômica do beneficiário bem como a qualidade de segurado da pessoa falecida.

Benefícios por incapacidade

Desde que atenda os requisitos mínimos para sua concessão.

Fonte: Jornal Contábil

Para mais informações clique aqui

COMPARTILHAR

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkedin
Share on pinterest
Pinterest

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *