Organização financeira redução de custos serão essenciais para retomada de pequenas empresas

Organização financeira: Estruturação financeira, definição de orçamento e parceria com a contabilidade podem fazer a diferença para a retomada das pequenas empresas.

O mundo experimenta a gradual retomada das atividades econômicas após o surto de Covid em 2020, mas muitos países têm registrado cada vez menos casos e optam pela reabertura física de comércios, indústrias e segmento corporativo.

No Brasil, embora os números ainda não demonstrem tendência de queda, a retomada também vem acontecendo, gerando incertezas e dúvidas ao empresário, em especial de pequenos negócios.

Como fica o futuro da empresa? Como trabalhar com o caixa, muitas vezes negativo, nos próximos meses?

Para o diretor do grupo Atai, Edmilson Ataide, o momento atual deixou claro a todos os portes de empresas e a todos os segmentos que estrutura e planejamento financeiros são fundamentais para a gestão empresarial.

Além disso e, especialmente, para os negócios que não tinham, até agora, cultura de planejamento financeiro.

Abaixo, acompanhe as sugestões do especialista para auxiliar as pequenas empresas nesta retomada:

Aposte em estruturação financeira – (Organização financeira)

Conhecer os números da tesouraria, como contas a pagar, a receber e o fluxo de caixa, pode parecer um dever de casa óbvio, mas nem sempre é praticado pelos empresários.

Para Ataide, muitas empresas ainda guiam seus negócios pelo saldo bancário, o que dificulta a alocação correta dos recursos da empresa, fator fundamental neste momento.

A capacidade de condução financeira da empresa será o diferencial nestes meses que seguirão com baixo fluxo de negócios;

Separe os orçamentos pessoais dos da empresa

O especialista explica que é bastante comum que o empresário do pequeno negócio trate a empresa como extensão de sua conta corrente.

Sem a efetiva separação entre orçamentos pessoais e da empresa, os compromissos pessoais acabam sendo suportados pelo caixa da empresa, de forma desestruturada, o que inviabiliza o planejamento financeiro;

Tenha seus números em vista na hora de formar preços

Em outras palavras, sem os alicerces básicos dos dois tópicos anteriores, formar preço pode ser uma tarefa bastante complicada, o que pode ter grande impacto na retomada.

Formar preços de acordo com a concorrência ainda é uma atitude comum entre os pequenos negócios, mas pode ocasionar margens baixas ou lucro nulo;

Desenvolva um fluxo de receitas e despesas

Por exemplo, o empresário deve projetar e acompanhar o seu fluxo futuro de receita e despesas. Com este acompanhamento em mãos, conseguirá se antecipar em eventuais problemas, com uma boa programação de fluxo de caixa e abrindo a possibilidade de negociação de prazos e condições junto a fornecedores;

Tenha o contador como seu parceiro

Da mesma forma, com a organização financeira da empresa, que deve ser feita com o apoio da contabilidade, é possível visualizar os caminhos mais adequados para cada tipo de negócio.

Nesta etapa, o contador é essencial para dar suporte no desenvolvimento do planejamento financeiro e nas diretrizes para os próximos meses de operação. A atuação do contador deve ir muito além da geração de guias e holerites de funcionários.

“É necessário que o empresário tenha consciência de que este fluxo, se ainda não tiver sido implementado, deve ser feito com urgência.

Ele deve cobrar do contador uma participação proativa no apoio à gestão, fornecendo os dados necessários e promovendo os ajustes para tanto.

Este não é o momento mais adequado para estruturar a empresa, mas somente com foco e planejamento será possível dar continuidade a alguns negócios”, afirma Edmilson Ataide.

Outras alternativas podem ser programadas pelo pequeno empresário, como a recuperação de créditos tributários e a busca por linhas de créditos específicas para pequenas e médias empresas.

“O empreendedor brasileiro costuma ter muito domínio técnico, mas pode relevar a gestão da empresa. A hora é de repensar o negócio e construir os alicerces que nortearão os próximos passos da empresa”, finaliza Ataide.

Fonte: Contábeis

Para mais informações clique aqui

COMPARTILHAR

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
Linkedin
Share on pinterest
Pinterest

Comentários

One Response

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *